18 de junho de 2018

Horário

08h-12h

Docentes: Professora Vanessa Antunes, Doutora em Saúde Pública

De acordo com a Organizaçao Mundial de Saúde, a ocorrência de eventos relacionados com erros de medicação é um problema e um desafio para os sistemas de saúde a nível mundial. A mesma reforça a necessidade de redução dos riscos associados a este procedimento, através de ações transversais para gestão do risco terapêutico. O Plano Nacional para a Segurança dos Doentes 2015-2020 preconiza o fomento da cultura de segurança, através da partilha do conhecimento e da informação e dirigidas a este problema específico. Deve-se por isso, incentivar uma educação contínua dos profissionais de saúde que promova boas práticas e minimização do risco.

 

Objetivos

Apresentar as etapas de gestão de risco clínico e terapeûtico, sensibilizando os enfermeiros para o papel a desempenhar no planeamento, implementaçao e monitorização deste processo.

 

Valor de cada curso:

20€ (alunos e ex-alunos)

30€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

25 e 27 de junho de 2018

Horario

25 de Junho: 15.30h – 19h30m

27 de Junho: 15.30h – 19h30m

Docentes: Professora Paula Sequeira

A sobrevida do doente crítico tem aumentado em consequência da evolução tecnológica e da interação multidisciplinar.

Neste contexto, a fisioterapia tem um importante papel na promoção da independência funcional e respiratória, diminuindo os riscos associados à ventilação mecânica e acamamento prologados.

OBJETIVOS

Promover o conhecimento de estratégias de avaliação e intervenção no contexto do doente crítico.

 

Valor de cada curso:

40€ (alunos e ex-alunos)

50€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 15 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

Docente: Professora Ana Maria Almeida

Horário

dia 29 de junho das 18:00 às 22:00

dia 30 de junho das 9:00 às 13:00

A saúde pública em resposta aos paradigmas da sociedade apresenta o conceito promoção da saúde dando-lhe uma conotação mais específica que em 21 de novembro de 1986 na conferência de Ottawa, designada como a “Carta de Ottawa”, ganha uma visibilidade e relevância nas respostas às metas atingir para as crescentes, centradas nos países industrializados. Tudo isto em resposta à emergente evolução das ciências da saúde. Entende‑se por Promoção da Saúde um conjunto de procedimentos estruturados e previamente definidos, orientados por profissionais de saúde capacitando as pessoas e as suas comunidades de modo a terem conhecimento para controlarem a sua saúde, com o intuito de a melhorar.

Objetivos

– Desenvolver as capacidades de interpretação, análise e intervenção quanto aos contextos em que se desenvolve o trabalho de promoção da saúde;

– Desenvolver os pontos de relação da saúde com desenvolvimento e cidadania.

 

Valor de cada curso:

40€ (alunos e ex-alunos)

50€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

30 de junho de 2018

Horário

08h-12h

Docentes: Professora Fátima Pereira, Especialista em Saúde Materna e Obstétrica

 

A OMS refere que o aleitamento materno é a melhor forma de alimentar o bebé e criança, em exclusivo nos primeiros seis meses de vida e com alimentação complementar até aos 2 anos de vida ou mais. Amamentar é algo que está ao alcance da maioria das mães que desejam fazê-lo. No entanto, sabemos que surgem muitas vezes dificuldades ou dúvidas que podem pôr em risco o sucesso da amamentação e gerar ansiedade e angústia. A informação é fundamental para ajudar muitas mães a superarem as dificuldades e amamentarem com sucesso e confiança.

 

Objetivos

Desmistificar mitos e receio, através da abordagem das componentes física e emocional envolvidas no processo de amamentação.

 

Valor de cada curso:

20 euros por casal ou 15 euros individual (alunos e ex-alunos)

30 euros por casal ou 25 euros individual (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

4 e 5 de julho de 2018

HORÁRIO

4 julho: 14.00h – 18h

5 julho: 14.00h – 18h

Docentes: Professora Doutora Carla Leão

 

A Reeducação Postural entendida numa perspetiva e abordagem global contribui para a qualidade da intervenção do Fisioterapeuta.

Esta abordagem tem implicações ao nível da avaliação e do tratamento de utentes com patologias do foro neuro-musculo-esquelético, assim como se destaca ao nível da prevenção.

OBJETIVOS

Capacitar os alunos para a abordagem global no que respeita à reeducação postural.

 

Valor de cada curso:

40€ (alunos e ex-alunos)

50€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 16 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

07.Julho.2018

Horário

Sábado dia 7/7/2018 das 9-13 horas e das 14 às 18 horas.

Docente: Professor Doutor Luís Sousa

 

As revisões sistemáticas da literatura (RSL) têm sido cada vez mais utilizadas pelos profissionais de saúde para integrar os resultados dos estudos no âmbito dos cuidados de saúde.

A RSL é definida como um método sistemático, explícito e reproduzível que permite identificar, avaliar e sintetizar os estudos realizados por investigadores, académicos e profissionais de saúde.

Esta metodologia parte de uma pergunta claramente formulada que usa métodos sistemáticos e explícitos para identificar, selecionar e avaliar criticamente os estudos, além disso, permite colher e analisar os dados dos estudos que foram incluídos na revisão.

A utilização da RSL, possibilita “fazer um balanço” e ter a fotografia do conhecimento produzido até ao momento, identificar oportunidade ainda não exploradas e realizar um projecto de investigação inovador, em síntese permite conhecer o “estado de arte”. Por outro lado, esta permite verificar uma hipótese específica, de modo a seleccionar ferramentas, instrumentos ou escalas que são úteis para conduzir a investigação e ainda conhecer lacunas nos estudos, indicar tópicos inexplorados ou ajudar a formular questões de investigação.

A literatura científica reconhece cerca de 14 tipos de revisão sistemáticas, com características e aplicações diferentes. Daí a necessidade de reconhecer as vantagens e desvantagens de cada uma, de modo a tomar decisões no início de um projecto de investigação.

 

Objetivos

  • Distinguir os tipos e metodologias das revisões sistemáticas da literatura
  • Identificar as etapas de uma revisão sistemática da literatura delineada de modo adequado
  • Reconhecer as características de uma questão de pesquisa para realizar uma revisão sistemática da literatura

 

Valor de cada curso:

60€ (alunos e ex-alunos)

70€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

Docente: Professora Ana Maria Almeida

Horário

dia 6 de julho das 18:00 às 22:00

dia 7 de julho das 9:00 às 13:00

 

Para a implementação de novas estratégias na saúde e educação no âmbito da promoção da saúde é essencial o desenvolvimento de competências e aplicação prática de projetos. Para a incrementação e desenvolvimento dos mesmos é necessário recorrer às ciências sociais no âmbito da gestão para sistematizar princípios, normas e funções disciplinarmente orientadas para a sua implementação a nível administrativo, colmatando necessidades de recursos materiais e humanos, dando respostas positivas às medidas a implementar.

Objetivos

– Conhecer as metodologias fundamentais de gestão de projetos;

– Conhecer e relacionar a cultura de mudança com a prática de gestão de projetos em saúde;

– Conhecer a realidade prática das especificidades da aplicação das metodologias de gestão de projeto em saúde.

 

Valor de cada curso:

40€ (alunos e ex-alunos)

50€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

9 e 10 de julho de 2018

Horário

8h00-12h00

Docentes: Professora Cláudia Costa

 

A reabilitação vestibular actua nas lesões do foro vestibular com vista ao tratamento de sintomas de desequilíbrio, vertigens, tonturas e ménière.

 

Objetivos

  • Adquirir conhecimentos da anatomofisiologia do sistema vestibular e do seu papel na estabilização da visão e da postura;
  • Identificar e compreender as causas e mecanismos da disfunção vestibular, assim como o processo de compensação vestibular;
  • Compreender o conceito, as indicações e as estratégias de avaliação e intervenção em Reabilitação Vestibular;
  • Distinguir as disfunções de equilíbrio que não são exclusivamente vestibulares;
  • Consolidar conhecimentos com discussão de casos clínicos.

Valor de cada curso:

40€ (alunos e ex-alunos)

50€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

11 e 12 de julho de 2018

HORÁRIO

11 julho: 14.00h – 18h

12 julho: 14.00h – 18h

Docentes: Professora Doutora Carla Leão

 

A migração de profissionais altamente qualificados na União Europeia é um processo que se tem vindo a verificar e que se encontra em crescimento.

Este processo está regulamentado pela União Europeia e obedece a normas descritas em Diretiva e transpostas para o direito interno através de legislação concordante.

Para que a migração se efetue de forma regular é essencial estar informado sobre a sua regulamentação e procedimentos.

OBJETIVOS

  • Proporcionar o conhecimento da regulamentação da mobilidade na União Europeia
  • Capacitar os alunos sobre o modo como o processo de reconhecimento das qualificações profissionais se efetua a nível da União Europeia e especificamente em Portugal
  • Apresentar os procedimentos necessários para o reconhecimento das qualificações para cada profissão ou futura profissão dos alunos do curso
  • Analisar a mobilidade das profissões na União Europeia, nomeadamente os principais fluxos e os eventuais entraves e/ou fatores facilitadores das mesmas.

Valor de cada curso:

40€ (alunos e ex-alunos)

50€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 15 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

12 de julho de 2018

Horário

12 de julho das 14 às 18 horas

Docentes: Cristina de Sousa, PhD, Docente da ESSATLA, Diretora do Laboratório de Ciências Afetivas – Facin Lab, Face, Affect and Communication Laboratory. Organizadora da 14th European Conference on Facial Expression, Lisboa- Almada, Portugal. Codificadora Certificada da Técnica FACS.

 

Nos contextos de seleção, o comportamento não verbal e em particular a expressão facial e corporal do candidato podem contribuir imenso para o julgamento e tipo de decisão a tomar acerca do entrevistado (favorável ou desfavorável). Neste contexto relacional, geram-se uma série de pistas codificadas pelo emissor, que de forma consciente ou inconsciente são subsequentemente descodificadas pelo recetor, e influenciam o desfecho da entrevista.

 

Valor de cada curso:

20€ (alunos e ex-alunos)

30€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

Docente: Professora Ana Maria Almeida

Horário

dia 13 de julho das 18:00 às 22:00

dia 14 de julho das 9:00 às 13:00

Entenda-se Saúde Comunitária como ramo das ciências da saúde que aplica os seus conhecimentos às comunidades dando ênfase à promoção da saúde e prevenção da doença, alicerçado à epidemiologia e a demografia das comunidades. Como todas as ciências para a sua evolução é fundamental deter conhecimentos práticos e específicos de estatística para aplicar estudos nas populações desenvolvendo estratégias de intervenção mais eficazes para a manutenção da saúde das comunidades.

Objetivos

Aprofundar os conhecimentos de Estatística e proporcionar através da utilização do software SPSS (Statistical Package for Social Sciences), a aprendizagem de técnicas de análise de dados que permitam um melhor desempenho no tratamento da informação relativa à Saúde Comunitária.

 

Valor de cada curso:

40€ (alunos e ex-alunos)

50€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

13 e 18 de julho de 21018

Horário

13 de Julho – 9.00-13.00 e 18 de Julho das 14.00-18.00

Docentes: Professora Lara Costa e Silva

 

Uma correta avaliação do sistema músculo-esquelético é o ponto de partida fundamental para um raciocínio clínico e uma intervenção de sucesso. 

Objetivos

Desenvolver estratégias para a seleção duma avaliação e intervenção adequadas a problemas específicos na área das disfunções músculo-esqueléticas.

 

Valor de cada curso:

40€ (alunos e ex-alunos)

50€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 15 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

Docente: Professora Ana Maria Almeida

Horário

dia 18 de julho das 18:00 às 22:00

dia 19 de julho das 18:00 às 22:00

“Para compreender as pessoas deve tentar-se escutar o que elas não estão a dizer, o que elas talvez nunca venham a dizer” (John Powell). Comunicar é uma ciência, mas também uma arte, a mensagem para ser entendida tem de ser transmitida de modo a que a perceção do recetor seja a mesma que o comunicador tenta transmitir. Investigadores/as apontam para a necessidade do desenvolvimento de competências de comunicação interpessoal por parte dos profissionais de saúde e educadores, para que estes possam estabelecer relações que ofereçam benefícios aos/às pacientes, aos educandos e seus familiares (Haes & Teunissen, 2005).

Objetivos

– Enquadrar a educação para a saúde, enquanto estratégia da promoção da saúde, aplicada às suas intervenções profissionais.

Valor de cada curso:

40€ (alunos e ex-alunos)

50€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

Docente: Professora Ana Maria Almeida

Horário

dia 18 de julho das 18:00 às 22:00

dia 19 de julho das 18:00 às 22:00

 

Todas as organizações que prestam de serviços à comunidade, têm de apresentar um plano estratégico de intervenção para obter ganhos e atingir os objetivos que se propõem. Para isso as direções necessitam de deter conhecimentos organizacionais e estratégias de modo a balancear os gastos e ganhos e serem capazes de motivar as equipas para que estas se sintam parte integrante da empresa. Nos cuidados de saúde apesar de não se tratar de uma empresa no sentido lato, o objetivo atingível é o promover uma saúde de qualidade, equitativa e eficiente para todo e qualquer cidadão, assim sendo é fundamental intervir junto das organizações de saúde para agilizar eficazmente a sua prestação.

Objetivos

​- Preparar para intervir nas organizações de saúde e comunitárias utilizando competências de liderança para a inovação e gestão de equipas.

 

Valor de cada curso:

40€ (alunos e ex-alunos)

50€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

19 de julho de 2018

Horário

19 de julho das 14 às 18 horas

Docentes: Cristina de Sousa, PhD, Docente da ESSATLA, Diretora do Laboratório de Ciências Afetivas – Facin Lab, Face, Affect and Communication Laboratory. Investigadora na área das emoções e da Expressão Facial. Codificadora Certificada da Técnica FACS.

As emoções que experienciamos e o afeto que sentimos influenciam a nossa vida e as relações que estabelecemos e desenvolvemos. Por isso ao compreender os processos emocionais, ao identificar, usar e gerir as emoções adequadamente estamos não só a desenvolver as nossas competências emocionais, mas também as relacionais. Nestas competências, a capacidade de experienciar emoções positivas nas mais variadas situações é um recurso fundamental a desenvolver.

 

Valor de cada curso:

20€ (alunos e ex-alunos)

30€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

Docente: Professora Ana Maria Almeida

Horário

dia 24 de julho das 18:00 às 22:00

dia 25 de julho das 18:00 às 22:00

 

Com as alterações demográficas e económico-sociais que a Europa e Portugal atravessam é emergente repensar as políticas de saúde pública e ajustar aos serviços de saúde e educação. Cada vez, a esperança média de vida e longevidade profissionais de saúde tem de se adaptar rapidamente a estas mudanças bem como a rápida à evolução tecnológica com que se deparam.

Objetivos

– Conhecer a evolução da saúde;

– Conhecer e relacionar a evolução dos sistemas de saúde;

– Conhecer a contribuição das especificidades do mercado da saúde para o atual contexto das políticas públicas de saúde.

 

Valor de cada curso:

40€ (alunos e ex-alunos)

50€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

Docente: Professora Ana Maria Almeida

Horário

dia 26 de julho das 18:00 às 22:00

dia 27 de julho das 18:00 às 22:00

dia 28 de julho das 9:00 às 13:00

 

É importante que os profissionais de saúde e educadores adquiram competências técnicas e relacionais para poder acompanhar o indivíduo ao longo do ciclo vital, com as mudanças de paradigmas. Na sociedade atual cada vez mais as crianças/jovens apresentam um desenvolvimento cognitivo mais perspicaz e mais facilitador para o desenvolvimento pessoal, mas com um risco associado mais elevado. A globalização, e facilidade de comunicação acarreta consequências que poderão ser prejudiciais sem que a pessoa tenha consciência dos riscos. Os profissionais de saúde e educadores desempenham um papel social educador importante para alertar as comunidades e a sociedade para os riscos e consequências de determinadas ações.

Objetivos

– Conhecer várias perspetivas de encarar o trabalho na comunidade quer por via das características da própria comunidade (minorias) quer seja por características particulares de risco (dependências e saúde sexual ou risco familiar e ambiental);

– Abordar ainda através da atividade física e das terapêuticas complementares outra visão sobre comportamentos saudáveis.

 

Valor de cada curso:

60€ (alunos e ex-alunos)

70€ (outros)

Número de participantes: mínimo de 10 participantes por curso

Data limite de inscrição: até 2 dias antes do início do curso

Inscrição

Inscreve-se como:

AlunoEx-alunoOutro

Curso em que se inscreve:

O pagamento pode ser feito por transferência bancária:
Código IBAN: PT50 0035 0121 00003074030 48
Entidade: Caixa Geral de Depósitos

Comprovativo de pagamento

Tratamento e Segurança de Dados Pessoais

1. O subscritor do presente documento, enquanto titular dos dados fornecidos, autoriza, expressamente, a ESSATLA - Escola Superior de Saúde Atlântica - E.I.A. - Ensino, Investigação e Administração, S.A. a proceder ao tratamento informático dos dados pessoais a ele respeitantes e por ele fornecidos, mantê-los durante todo o tempo que considere relevante e seja legalmente admissível, decorrentes do processo de candidatura, inscrição e gestão de informação relativos ao estudante. A omissão ou incorrecção dos dados fornecidos é da responsabilidade do subscritor.

2. ESSATLA - Escola Superior de Saúde Atlântica fica expressamente autorizada a, nos termos e para os efeitos previstos na legislação aplicável (i), ceder ou transmitir os elementos e dados acima referidos às sociedades por si direta ou indiretamente dominadas, controladas ou participadas (ii) transmitir às entidades de tutela, de supervisão e outros organismos públicos a informação a que se encontre adstrita, se prejuízo dos direitos de acesso, retificação ou outros conferidos por lei ao titular dos dados (iii) utilizá-los para dirigir ações de comunicação e marketing, nomeadamente para promoção dos serviços que presta e tipos de formação que assegura.

3. O subscritor fica por este meio informado que a ESSATLA - Escola Superior de Saúde Atlântica está sujeita a obrigações legais de prestação de informação que podem abranger dados pessoais que lhe digam respeito.

4. O subscritor, enquanto titular dos dados, tem direito de acesso aos dados sobre ele registados, bem como o direito de exigir a correção da informação inexatas, o completamento das informações total ou parcialmente omissas, bem como a supressão das que tenham sido obtidas sem a sua autorização.